> Em breve muitas novidades. Fiquem atentos ao nosso portal.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

MANIFESTO DE ESCLARECIMENTO

Queridos paroquianos e demais visitantes deste blog, querido povo de Deus, apresento neste manifesto meu absoluto repúdio ao uso indevido de meu nome em um email cujo autor não coloca seu próprio nome, sabe-se lá por qual motivo. 
Agradecendo sua compreensão e confiança, 
Pe. Humberto Luiz de Negreiros (O VERDADEIRO)


3 comentários:

  1. GOSTARIA DE PEDIR DESCULPAS AO PADRE E A PARÓQUIA A DIVULGAÇÃO DA MESSIVA QUE SABEMOS AGORA SER INVERÍDICA E POR PRIMARMOS PELA VERDADE JÁ COLOCAMOS EM NOSSA PAGINA O ESCLARECIMENTO DO NOBRE SACERDOTE. https://www.facebook.com/PovoBr

    ResponderExcluir
  2. Após a leitura do manifesto de esclarecimento escrito pelo Padre Humberto Negreiros da Paróquia Santa Luzia, em Natal - RN, venho publicamente, neste espaço, formalizar minhas sinceras desculpas ao mesmo, por ter repassado recentemente na Internet matéria indevidamente atribuída a ele, sob o título "Um discurso leviano, desesperado e de má fé".
    Fato curioso é que dificilmente costumo me manifestar com relação a assuntos de cunho político ou religioso, exatamente para não incorrer em gafes, criar inimizades ou cometer injustiças. Dessa vez, porém, indignado com as notícias que nos chegam a cada dia sobre "mensalões" e outras falcatruas, achei de relevância encaminhar a mensagem a amigos. Entendo agora que errei, no que tange à autoria da matéria, pelo que reitero minhas desculpas. Todavia, minha indignação com os fatos noticiados diariamente ao longo do atual governo continua...
    Sem mais,
    Respeitosamente,
    Carlos Alberto dos Santos Oliveira

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente as pessoas fanáticas ficam cegas pela paixão e passam a acreditar em tudo o que vêem e ouvem, sem nenhum espírito crítico. É como diz o provérbio árabe: Não digas tudo o que sabes
    Não faças tudo o que podes
    Não acredites em tudo que ouves
    Não gastes tudo o que tens

    Porque:

    Quem diz tudo o que sabe,
    Quem faz tudo o que pode,
    Quem acredita em tudo o que ouve,
    Quem gasta tudo o que tem;

    Muitas vezes diz o que não convém,
    Faz o que não deve,
    Julga o que não vê,
    Gasta o que não pode.

    ResponderExcluir