> Em breve muitas novidades. Fiquem atentos ao nosso portal.

terça-feira, 30 de abril de 2013

25 anos de Comunidade Cidade Praia

Está chegando ao fim a festa do padroeiro São José Operário de 2013, em Cidade Praia. São 25 anos com muito a ser contado...

A COMUNIDADE
O conjunto habitacional Cidade Praia, inicialmente chamado de  Nova Natal II foi entregue as primeiras casas em meados dos anos 80. A maioria da população que começava a povoar este trecho da Zona Norte eram advindos do interior, pois acontecia em partes do Estado do Rio Grande do Norte, tragédias naturais, os "temidos tremores de terra", tendo como epicentro a cidade de João Câmara/RN (situada a 74km de Natal), sem opção as pessoas daquela região, realizavam os chamados êxodos urbanos, migrando para a capital, chegando então à recém-nascida Cidade Praia, que possuía como principais características, os matagais, a vegetação em grande número, por se tratar ainda de um setor não habitado em sua totalidade.

PRESENÇA DA IGREJA CATÓLICA

A Comunidade Católica mais próxima, era a Comunidade de Santa Maria Madalena, em Nova Natal, que pertencia então a Paróquia de Santa Maria Mãe, no conj. Santa Catarina e seu atual pároco era Pe. Tiago Theisen. A comunidade não hesitou em solicitar ao Pe. Tiago, que iniciasse a celebrar a eucaristia para os fiéis daquela comunidade, que inicialmente, eram celebradas embaixo da popular mangueira, que sobrevive até hoje (Rua Dallas).

O NOME DO PADROEIRO
Como em toda comunidade recém formada, escolhe-se o nome do santo padroeiro que nomeia a mesma, naturalmente os fiéis sugeriam. Sábia e democraticamente, o Pe. Tiago sugere a realização de um sorteio, onde a pessoa sorteada escolheria o nome do santo padroeiro e ofertaria a primeira imagem que deveria ter no mínimo 80 cm. E o sorteado foi... A senhora Margarida Pinheiro que sugeriu o nome de São José em homenagem ao seu marido que se chamava José Pinheiro. O Pe. Tiago em suas cotidianas conversas com os comunitários soube que o Sr. José (o homenageado) trabalhava como pedreiro e sugeriu que o nome do padroeiro se chamasse "São José Operário". A imagem de São José Operário foi comprada e é a mesma utilizada até os dias atuais.

A CAPELA
Igreja de São José Operário - Cidade Praia
Durante a administração do Pe. Tiago, a recém formada comunidade paroquial de Cidade Praia precisava ardentemente de uma estrutura física adequada para que pudesse ser realizadas as celebrações litúrgicas e sacramentais, como também para a catequese, um local onde os fiéis pudessem se reunir. Eis que a iniciativa foi realizada, o teto e as colunas da igreja foram doados, as paredes e bancos, o altar foi fruto do bravo trabalho de pessoas destemidas que passaram a povoar este território. Todos se comprometeram, e aos finais de semana realizavam mutirões, feijoadas, sorteios, com o objetivo principal de existir um local digno para as diversas atividades pastorais da igreja. Muitas lágrimas foram derramadas, diversas mãos calejadas e marcadas, e suor excessivo resultaram na tão sonhada e pretendida igreja. Aos poucos os demais espaços iam surgindo, as salas e banheiros, o salão paroquial, foram erguidos através de verbas levantadas pelos salesianos. Acabamentos, pinturas, através de esforços de voluntários. Nos últimos 10 anos, leves reparos e construções foram feitas, dentre elas, o tão necessário pátio calçado, pois no período da festa do padroeiro sempre chove, daí dificultava a permanência dos fiéis em meio às poças de lama que se formavam. Outra grande vitória para a comunidade foi à calçada externa, aderindo assim ao projeto de acessibilidade.
A comunidade é composta em grande parte, por pessoas carentes, mais, no entanto, rica em força de vontade, um povo de muita fé, e faz por onde a cada ano sonhos e realizações aumentem cada vez mais.

PARÓQUIA
Inicialmente a comunidade católica de Cidade Praia pertenceu a Paróquia de Santa Maria Mãe, no conj. Santa Catarina, que abrangia grande parte da Zona Norte. No ano de 1990, aconteceu o desmembramento de paróquia, daí juntamente com as comunidades de Santa Maria Madalena, Nova Natal e N. Senhora do Rosário, José Sarney/Santarém, a Comunidade São José Operário, Cidade Praia, pertenceriam então a Paróquia de São João Bosco, com sua igreja Matriz instalada no conj. Gramoré, orientada pelos padres e missionários salesianos, ligados a ISNEB (Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil). E, em 13 de dezembro de 2002, passa a pertencer a Paróquia de Santa Luzia, também juntamente com as comunidades anteriormente citadas.

PADRES
A presença de Pe. Tiago foi de suma importância para o surgimento e criação da comunidade, as diversas pastorais, grupos, movimentos e serviços existentes até hoje aprenderam bastante com este que primava pela liturgia e catequese. Com os salesianos, Pe. Alfredo Boldori, Pe. Trajano Horta, Pe. Bernardo Roana, e seus auxiliares, deixaram a marca da evangelização. O Pe. Antônio Teixeira, como 1º pároco de Santa Luzia, também soube apresentar a comunidade o verdadeiro sentido da vida que é Cristo. E atualmente, tendo a frente o Pe. Humberto Negreiros, que desde janeiro de 2008, priva pela Unidade em nossa Paróquia, pois somos várias pessoas, várias comunidades, porém uma só Paróquia, um só Pastor. 



Texto redigido por Anderson Menezes 1 e adaptado por Bruno Soares 2, por pesquisa feita em virtude da realização da gincana preparatória da festa do padroeiro São José Operário no ano de 2010, com relatos de fiéis da própria comunidade.


1. Anderson é membro ativo do movimento CJC Cidade Praia, da Fraternidade Germinar, e do Segue-me, atua também na Catequese de jovens.


2. Bruno é Secretário e Srticulador paroquial, atua pastoralmente na assessoria da juventude paroquial de Santa Luzia e do XI Zonal de nossa Arquidiocese.

Um comentário:

  1. Só para contribuir, lembro que a escolha foi feita em uma reunião na área da casa de Eliane(Mãe de Joyce e Égon), mais especificamente no inicio da ano de 1989, ano em que ocorreu a primeira festa de São José Operário, e quem conduziu o processo de escolha foi Padre Alfredo Boldore Salesiano da paroquia Dom Bosco, inclusive com a presença do homenageado Sr. José Pinheiro(conhecido popularmente como seu Zuquinha), e também com a participação do CJCP - Clube de Jovens Cidade Praia, criado para divulgar o nome da comunidade, e seu trabalho se destacou porque todos seus eventos eram feitos com a finalidade de construir a Capela de são José, e conseguimos apesar das dificuldades, graças a união e da participação de todos os moradores que acreditavam, apoiavam e participavam do trabalho dos jovens do Grupo que tinha o mesmo objetivo. E podemos lembrar de nomes de tantos outros jovens e moradores que sempre ajudaram, e de alguns já partiram para eternidade.

    Att.
    José Gilberto Fonseca

    ResponderExcluir